Algodão

Atualização dos custos de produção do algodão e estudos de zoneamento de riscos climáticos são debatidos em evento na Abapa

Postado em Editado em

Representantes da Conab e da Embrapa Algodão atualizaram informações e dados com base na realidade apresentada por produtores e técnicos da região Oeste
Foi uma manhã produtiva no auditório da Abapa, em Barreiras (BA), na última quarta-feira (29). Representantes de sindicatos, Fundação BA, Aiba, Abapa, Embrapa, empresas de consultoria e assistência técnica e agentes financeiros fizeram uma rodada de discussões que contou com dois momentos. No primeiro, técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) repassaram, junto aos presentes, o pacote tecnológico levantado em 2013, até então trabalhado pela Conab, que envolve os principais custos da lavoura de algodão, para que seja atualizado. Em uma segunda etapa, o pesquisador da Embrapa Algodão, José Rodrigues Pereira, expôs os resultados dos Estudos de Zoneamento Agrícola de Risco Climático da cultura do Algodão (ZARC) para a Bahia.

MATÉRIA COMPLETA »

Abapa recebe visita de grupo que propõe nova rota de exportação para o algodão baiano

Postado em Editado em

A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) recebeu nesta terça-feira (17), em Luís Eduardo Magalhães (BA), a visita técnica de um grupo que estuda a viabilidade para implementar um nova rota de exportação do algodão baiano para os países da Ásia, em especial a China, por meio de um porto do nordeste brasileiro. Formada pelas empresas Star Logística, Suzuyo Gerenciamento Logístico, Alfatrans, Transparana e CMA/CGM do Brasil, que se reuniram para viabilizar a rota, os representantes conheceram as instalações da UBahia, Eisa Interagrícola, e do Centro de Análise de Fibras da Abapa.

MATÉRIA COMPLETA »

Agricultores batem recorde de produção de algodão na Bahia

Postado em Editado em

Com o fim da colheita de algodão, nesta quarta-feira (20), quando iniciou o vazio sanitário, os agricultores mantiveram o crescimento na produção de algodão na Bahia. Com uma área plantada de 201,6 mil hectares, foram colhidas cerca de 393,7 mil toneladas de algodão em pluma e 937,5 mil toneladas de algodão em caroço na safra 2016/2017. Embora tenha ocorrido uma redução de área de 33,3 mil hectares, em relação ao plantio passado, houve um incremento de 149,5 mil toneladas de algodão em pluma e 356,1 mil toneladas de algodão em caroço. A resposta desta equação foi uma elevada produtividade que atingiu a média de 310 arrobas/hectare, bem superior às 165 arrobas/hectare da safra 2015/2016, prejudicada por fatores climáticos.

MATÉRIA COMPLETA »

Cultivo do algodão impressiona estudantes durante atividade do projeto “Conhecendo o Campo” em Barreiras

Postado em Editado em

Em meio ao sorriso registrado pelas fotos do celular, a estudante Helainy Sousa da Silva, 11, do 5º ano do ensino fundamental, não disfarçava a satisfação de estar pela primeira vez em uma colheita de algodão. “Só via algodão já pronto. Não sabia como fazia para ficar desse jeito”, explica ela, ao apontar para a fibra em uma bolsa já cheia. Heliany integrou o grupo de estudantes da Escola Municipal Padre Vieira, em Barreiras, que aprofundaram os conhecimentos sobre a cultura do algodão ao participar do projeto “Conhecendo o Campo” da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa).

MATÉRIA COMPLETA »

Abapa apresentará cultura do algodão para estudantes de Barreiras nesta segunda-feira (14)

Postado em

Desenvolvido pela Abapa, o projeto “Conhecendo o Campo” será realizado a partir das 8h30min, na Fazenda Modelo da Aiba, onde serão demonstradas a colheita do algodão e análise da qualidade da fibra
A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) leva nesta segunda-feira (14) os estudantes da rede municipal de ensino de Barreiras para conhecerem de perto a produção do algodão do oeste da Bahia. O projeto “Conhecendo o Campo” vai permitir, pelo segundo ano consecutivo, que eles entendam o funcionamento da cadeia produtiva do algodão, desde o plantio até a análise da qualidade da fibra comercializada. A abertura do evento tem início a partir das 8h30min na Fazenda Modelo da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). A ação é uma realização da Abapa, com apoio do Instituto Aiba, Fundeagro e Secretaria de Educação de Barreiras.

MATÉRIA COMPLETA »

Algodão Sustentável: Bahia inicia a fase de diagnóstico do Programa ABR

Postado em

abapa-5

Com o propósito de continuar com a melhoria da qualidade do algodão brasileiro, mantendo o Brasil como o maior fornecedor mundial de algodão sustentável ou Better Cotton (BC) – sistema de produção de algodão com critérios sustentáveis -, o programa Algodão Brasileiro Responsável (ABR), iniciou a fase de diagnóstico no estado da Bahia, com o objetivo de preparar as fazendas, para o processo de certificação – safra 2016/2017. Coordenado em todo território brasileiro pela Associação Brasileira de Algodão (Abrapa), o programa foi implantado e executado na Bahia pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), e conta com recursos provenientes do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

MATÉRIA COMPLETA »

Abapa, Fundação Solidaridad e Instituto C&A propõe programa de produção de algodão sustentável no sudoeste Baiano

Postado em

abapa-1

“Esses projetos vêm como uma esperança para a nossa gente. De repente um dia consigamos voltar a ter uma grande produção de algodão, como era antes”, disse o pequeno produtor rural, Aleci Rodrigues Rocha, que mora no povoado de Canabrava, em Malhada, no evento que marcou a parceria entre a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Fundação Solidaridad e Instituto C&A. O programa de Produção de Algodão Sustentável para Agricultura Familiar no Semiárido, criado pelas organizações, visa aumentar e diversificar a renda dos produtores, com plano de ação de longo prazo que envolve toda a cadeia do setor na ampliação da produção e consumo de algodão sustentável. A oficialização da parceria com a Abapa, aconteceu no dia 25 de agosto, no povoado de Canabrava, no município de Malhada, região sudoeste da Bahia.

MATÉRIA COMPLETA »

Safra de algodão na Bahia deve colher cerca de 380 mil toneladas de pluma

Postado em

A região oeste tem uma área de cerca de 227 mil hectares, representando 98% da produção na Bahia.
A região oeste tem uma área de cerca de 227 mil hectares, representando 98% da produção na Bahia.
Com uma área de 236,7 mil hectares, o estado da Bahia – segundo maior produtor de algodão do Brasil, pretende colher cerca de 380 mil toneladas de pluma nesta safra 2015/2016. O algodão produzido na região oeste da Bahia representa cerca de 98% de toda produção estadual, cultivando uma área de cerca de 227 mil hectares. Já a região sudoeste apresenta uma área de 9,5 mil hectares.

MATÉRIA COMPLETA »

Chuvas salvam lavouras de soja e algodão no Oeste da Bahia

Postado em

aiba-2

As precipitações registradas no final de dezembro de 2015 e em janeiro de 2016, no Oeste da Bahia, foram decisivas para se ter boas perspectivas da safra 2015/16 para as culturas de grãos e fibra na região. Foi o que apontou o 2º levantamento, realizado na última segunda-feira, 25, pelo Conselho Técnico da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba).

MATÉRIA COMPLETA »

Aiba busca estruturar a pesquisa em algodão no Oeste da Bahia

Postado em

Implantar uma base avançada da Embrapa Algodão no município de Luís Eduardo Magalhães. Este foi o motivo pelo qual o presidente da Aiba, Júlio Cézar Busato, convidou o presidente da Embrapa, Maurício Lopes, e o chefe-geral da Embrapa Algodão, Sebastião Barbosa, para virem à região oeste da Bahia, segunda maior produtora nacional da fibra. O convite foi feito, em Brasília, no dia 29 de setembro.

MATÉRIA COMPLETA »