Conta telefônica da casa de Temer vem alta e seguranças descobrem ligações para telessexo

Postado em

Conta telefônica da casa de Temer vem alta e seguranças descobrem ligações para telessexo
Foto: José Cruz/Agência Brasil
A conta telefônica do Palácio do Jaburu – residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer – tem vindo bem “salgada” – apesar da crise. Intrigados com a conta alta, prepostos da segurança interna do palácio foram pesquisar de onde partiam as ligações – que eram direcionadas a um telessexo. Após muito esforço, segundo a Veja, o ramal usado estava instalado em uma das guaritas do Jaburu – e nada têm a ver com o vice-presidente, Michel Temer.

Bahia Notícias

Construção da creche do bairro Sombra da Tarde, quando será concluída?

Postado em

Eu disse que postaria, esta é a creche que falei aqui do Bairro Sombra da Tarde. Vejam o valor do investimento 1 milhão e tra lá lá….”começou” a construção em Julho de 2012!!! Olha Se Liga Barreiras , Barreiras Pop ,Tri Buna de Barreiras , Oeste Fuxico Barreiras-Ba , Nova Fronteira Nova Fronteira , João João Felipe Lacerda , Vereador Tito , Karlucia Macedo, Pablo Barroso, Jorge Kayro Fernandes Dos Santos , Kelly Magalhães, Dó Miguel e todos que estiverem interessados em realmente fazer algo em prol de pessoas que precisam…que realmente sentem que nosso dinheiro pago em milhões de impostos vira isso, ruínas, lixo e abandono. Não politica, não falo em partido, falo sim em tomarmos partido a uma realidade cruel e dolorosa, porque dói todo mês pagar para ver nada, ver o “nada” que nosso país e cidade em que vivemos esta se transformando.

Emilia Moreno/Facebook

11927821_424279624428015_628138036112918025_o

11879093_424279757761335_4029854409441452951_o

Câmara aprova em segundo turno PEC que reduz a maioridade penal

Postado em

A Câmara dos Deputados aprovou, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171 que reduz a maioridade penal de 18 anos para 16 nos casos de crimes hediondos – como estupro e latrocínio – e também nos de homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.
Foram 320 votos a favor, 152 contrários e 1 abstenção. O texto da PEC vai agora para apreciação e votação dos senadores.
Na votação em primeiro turno, no início de julho, a PEC, que tramita na Câmara há mais de 20 anos, foi aprovada por 323 votos a favor, 155 contrários e 2 abstenções.
Ao contrário das discussões e votações anteriores da PEC na Comissão de Constituição e Justiça, na comissão especial e em primeiro turno; no plenário, a votação de hoje (19) ocorreu sem grandes disputas. Os contrários à proposta defenderam seus pontos de vista, enquanto os favoráveis à matéria colocaram suas posições em defesa da PEC.
Na orientação do voto das bancadas, encaminharam contra a aprovação os seguintes partidos: PT, PSB, PDT, PCdoB, Pros, PPS, PV e PSO. Orientaram a favor o bloco do PMDB, PSDB, PRB, PR, PSD, DEM e SD.
Ao todo, tramitavam na Câmara 39 PECs propondo a redução da maioridade penal. Todas foram apensadas à PEC 171, pela medida ser a mais antiga em tramitação na Casa. A PEC original, apresentada pelo então deputado Benedito Domingos (DF), propunha a redução da maioridade penal de 18 anos para 16 em relação a todos os crimes.
A proposta aprovada em primeiro turno já havia excluído do primeiro texto, votado pelos deputados e rejeitado, os crimes de tráfico de drogas, tortura, terrorismo, lesão corporal grave e roubo qualificado entre aqueles que justificariam a redução da maioridade. Na votação final, tanto do primeiro quanto do segundo turno, os deputados aprovaram a diminuição da idade penal para os crimes hediondos – como estupro e latrocínio – e também para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.
O texto da PEC prevê a construção de estabelecimentos específicos para que os adolescentes infratores cumpram a pena. Eles não poderão ficar em estabelecimentos prisionais destinados a maiores de 18 anos nem para os menores de 16 anos.

Da Agência Brasil

Aiba sob suspeição: picuinha política ou institucional?

Postado em

Sede da Aiba em Barreiras, Bahia
Muitos dos ricos produtores que hoje estão na região, pequena parcela agradece pelo que a região lhe oportunizou: riqueza e hospitalidade. No entanto, outra parte com arrogância arrota soberba, alguns até enojados por estar pisando em terras nordestinas, mesmo assim ainda chamam nosso nativo de “zé-povinho, gentalha e outros nomes depreciativos”.
Dizem que os tais “gafanhotos” já teriam migrado, restando apenas quem verdadeiramente carrega no peito a marca e o cheiro dessa terra que escolheram para viver, produzir e criar seus familiares, será? Vale lamentar que permaneça ainda conosco um elevado número desses produtores que ainda intenta enriquecer à custa de nossas riquezas naturais e da mão-de-obra de nossa gente, bem como das facilidades creditícias e as mais diversas benesses que os municípios onde os acolhem lhes ofertam.
A denúncia que recentemente colocaram em suspeição a atual diretoria da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), instituição que aglomera todos esses “ricos produtores”, foi detonada por alguns deles que há muito tempo têm explorado nossa região. No entanto, o que fizeram e tem feito em prol da mesma foi ofertar apenas algumas migalhas em forma de “empreguinhos” e mais nada. Isto porque, para eles, prioridade é a exportação das commodities que produzem, simplesmente, porque proporcionar emprego e renda ao “zé-povinho” é incômodo, além de que seus lucros são mais abastosos. Como se explica a região ser a maior produtora de algodão do Norte e Nordeste do país e, não se sabe por que, sua cadeia sequer foi ou está prevista a ser desenvolvida.
Agora, se fosse de interesse da Aiba, de seus representados em parceria como nossos governantes já estariam gerando emprego e renda para nossa gente. No entanto, arrotam orgulho em dizer que são eles que fazem o desenvolvimento da região, será mesmo? Pode até ser verdade em âmbito nacional, porque regionalmente ainda são excludentes e ambiciosos em ficarem ricos e mais ricos concentrando suas riquezas em outros lugares, inclusive de origens.
A Aiba, criada para acolher esses grandes produtores, a maioria de mercenários e segregadores, é uma instituição fechada, respeitada não pela união de seus associados ou por sua questão financeira, mas pela sua força de representação que lhe dar respaldo diante dos poderes das esferas constituídas. Vale aqui ressaltar que, sua atual diretoria como nenhuma outra tem realizado um excelente trabalho, entre eles a expansão de programas ambientais e sociais, além de abrir mais amplamente diálogo com outros segmentos da sociedade civil sobre a necessidade do desenvolvimento agroindustrial para que nossa região cresça.
Só temos a lamentar a maneira como sua atual administração foi colocada sob suspeição, exatamente numa época em que o país passa por uma convulsão social embalada por crises econômica, política e moral por causa dos escândalos de corrupção que afloraram na mídia a cada dia. Mesmo que tivesse sido deflagrado um impasse sem precedentes na maior entidade representativa de nossa região, uma das maiores do estado. Acredito que não existe razão para torná-la pública, até por que o fato, por questão ética e moral, deveria está inerido internamente a instituição.
Certo jornalista atreveu-se supor que talvez a intenção não tenha sido política e sim por uma questão de poder, será? Talvez seja exagero escandalizar apenas por que aflorou uma insatisfação de um ou mais associados, reação que seria normal em qualquer agrupamento. Bem que, coligado que preza a instituição a qual faz parte, ao suspeitar que esteja ocorrendo algum tipo de irregularidade internamente, não precisa se afastar de suas obrigações para com a mesma, a não ser que já venha acompanhada de outras pretensões.
No último dia 18, em nota à imprensa, o presidente da Aiba rebateu afirmando que as questões internas da entidade referentes à gestão financeira e administrativas serão esclarecidas em Assembleia a ser realizada com a participação dos associados. Agora, se entre as partes envolvidas há interesses que estão além do bem comum da instituição, não se sabe, caberá o desenrolar da contenda. A verdade é que a polêmica foi jogada à opinião pública e, a partir de então, a sociedade tem o direito de conhecer seu desdobramento, não seria decoroso ficar no escuso.

Jornal Novoeste

“Onde esta o dinheiro deste posto de saúde?” por Emilia Moreno

Postado em Editado em

Vereador Tito, Karlúcia Macêdo, João Felipe Lacerda, Bar Do Viana, Kelly Magalhães, Jorge Kayro, Fernandes Dos Santos, Dó Miguel, enfim. Todos que conhecerem esta realidade do Brasil de Barreiras serão que independente de partido será que dava pra se unir em prol de algo de verdade? Marquei porque sei que muitos que citei disputarão as próximas eleições, porém é possível neste instante me dizer e aos demais onde esta o dinheiro deste posto de saúde que daqui a três meses fará aniversário de inauguração sem nem existir! Quem puder marca alguém do atual governo, ah! E alguém do Ministério Público. Amanhã vou postar a foto da creche. É por estas e outras que não voto! Vamos nos unir para realmente mudar algo.

Emilia Moreno/Facebook

Usuários de iPhone já podem usar a versão web do WhatsApp

Postado em

Usuários de iPhone já podem usar a versão web do WhatsApp
Foto: Brent Lewin/ Bloomberg
Depois de muita espera, os usuários do WhatsApp no iPhone já podem usar o aplicativo na web. A empresa está disponibilizando gradativamente o acesso para quem utiliza o sistema iOS. Para ativar o recurso, o usuário deve abrir o aplicativo no iPhone, ir em ‘Configurações’ e selecionar a opção ‘WhatsApp Web’. A câmera do smartphone vai abrir para ler o QR Code disponível na página web.whatsapp.com. Basta mirar o código à mostra na tela do computador e automaticamente as conversas são mostradas. No início do ano, quando o WhatsApp Web foi lançado, apenas usuários do sistema Android, Windows Phone e BlackBerry tinham acesso.

Câmara discute aumento de repasses para educação nos estados e municípios

Postado em

Câmara discute aumento de repasses para educação nos estados e municípios
Foto: Ascom Secretaria da Educação
Mesmo com o ajuste fiscal, uma das alternativas para aprovar o projeto que aumenta os repasses da União para a educação pode ser a de estipular um prazo para que isso comece a ser feito, explicou o deputado Glauber Braga (PSB-RJ). O parlamentar pretende apresentar um substitutivo que trata de normas de cooperação entre a União, os estados, municípios e o Distrito Federal na oferta de educação. “Do jeito que está, com os municípios com as maiores responsabilidades, mas com subfinanciamento, não dá para exigir uma educação de qualidade”, afirma Braga. A questão está no Plano Nacional de Educação (PNE), lei que prevê metas e estratégias para a melhoria do setor em dez anos. De acordo com a Agência Brasil, as novas leis deverão estabelecer as normas de cooperação entre os entes federados para a oferta de educação no país, além de garantir o equilíbrio das responsabilidades de cada um e dos recursos dos quais dispõem. Segundo Braga, o aumento dos repasses da União deverá ser tratado no substitutivo. Ele ainda não tem previsão de quando apresentará o projeto, mas ressalta que, pelo PNE, o sistema deve ser regulamentado até junho de 2016. Segundo ele, em ano de ajuste, para facilitar a tramitação e a aprovação do projeto, uma das possibilidades, “que não necessariamente será colocada em prática, é incluir um prazo para que [o aumento de repasses da União] comece a vigorar”

Homem que pisou na Lua diz que ETs salvaram humanidade na Guerra Fria

Postado em Editado em

Homem que pisou na Lua diz que ETs salvaram humanidade na Guerra Fria
Foto: Reprodução / Ufos Online
Você acredita em ETs? Pois eles podem ter salvado a sua vida. Ao menos é o que defende o sexto homem a pisar na Lua, o astronauta Edgar Mitchell, que acredita que alienígenas evitaram que uma catástrofe ocorresse no mundo durante a Guerra Fria. Em entrevista ao jornal britânico The Mirror, o renomado astronauta da Nasa defendeu que os extraterrestres têm visitado o planeta para incentivar a criação de um mundo de paz e evitar que entremos em conflito. Mitchell fez parte da Apollo 14, que foi à Lua em 1971, e desde então tem sido figura frequente em eventos de ufologia. Ele afirma que conversou com diferentes oficiais da aeronáutica dos EUA, que trabalharam durante a Guerra Fria e teriam flagrado os seres de outro planeta em pontos de testes de armas. “Eu falei com vários oficiais da Aeronáutica que trabalharam nos silos durante a Guerra Fria. Eles me contaram que ETs eram vistos frequentemente desarmando os mísseis. Outros oficiais de bases na costa do Pacífico me disseram que os testes balísticos eram frequentemente derrubados por Ovnis”, disse à publicação. Apesar de não ter provas, o astronauta acredita ainda que os alienígenas têm interesse em nossas capacidades militares e por isso frequentaram White Sands, um local de testes para diversas armas atômicas. Para o pesquisador de Ovnis do Ministério da Defesa britânico, Nick Pope, Mitchell é um “homem honrado e honesto”, mas que “a maioria das informações dele sobre esse assunto não vem de coisas que ele viveu, mas de coisas que outras pessoas o contaram”. “Claramente, por causa de quem ele é, ele teve acesso a profissionais do governo, militares e de inteligência dos mais alto nível, mas porque – compreensivelmente – ele não dá nomes às fontes, ele não pode ter certeza que essas pessoas foram honestas com ele, ou se elas realmente tiveram acesso a informações confidenciais sobre Ovins”, concluiu.

Mutirão de alunos faz limpeza às margens do Rio Grande, em Riachão das Neves

Postado em Editado em

Um mutirão com mais de 90 alunos da Escola Municipal Hércelio Netto da Franca no distrito de São José do Rio Grande, município de Riachão das Neves, percorreram as margens do Rio Grande na última segunda-feira, 19, recolhendo restos de resíduos sólidos depositados no local.
A iniciativa, apoiada pela secretaria municipal de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, foi coordenada pela central Campo Limpo de Barreiras, gerenciada pela Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri) e pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV).
A ação comunitária faz parte das ações socioeducativas do Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL) voltadas para agricultores, escolas, distribuidores, autoridades e comunidade, a qual celebra os excelentes resultados da logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil e reconhece os elos da cadeia do Sistema Campo Limpo (agricultores, canais de revenda e cooperativas, indústria fabricante e poder público).

Ao total, mais de 20 sacos de lixo contando garrafas pet, copos descartáveis, sacolas plásticas e outros resíduos foram retirados das margens do Rio Grande e destinados para a reciclagem.
ACIAGRI
A Aciagri é uma entidade sem fins lucrativos criada no ano de 2003 pelos distribuidores de defensivos agrícolas do oeste baiano. Atualmente a entidade conta com 56 revendas associadas e gerencia três centrais Sistema Campo Limpo na região: Barreiras – maior do país em volume de recebimento; Roda Velha e Rosário – considerada a terceira maior do nordeste do país, além de outros três postos de recolhimento: Panambi, Coaceral e Campo Grande.

Ascom Aciagri

Em Brasília, vereador Tito assina acordo para a Tv Câmara de Barreiras

Postado em

Fonte: Facebook/Vereador Tito
Em Brasília, 18/08, na Câmara dos Deputados Federais para assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para liberação da consignação da Tv Câmara de Barreiras.
Momento histórico para nosso município e sua população que a partir de agora recebe seu primeiro canal de televisão público.
Participaram comigo 13 colegas vereadores que são parte desta importante conquista. Agradeço a Deus e a todos que nos apoiaram nessa luta.
Fonte: Facebook/Vereador Tito

Fonte: Facebook/Vereador Tito