Abapa doa toalhas de banho e lençóis para as vítimas da chuva na Bahia

Postado em

Depois de destinar 60 toneladas de alimentos para as vítimas das fortes chuvas que deixaram um rastro de destruição nas regiões Sul e Sudeste da Bahia, os cotonicultores do Oeste do estado, através da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), doaram 1000 lençóis e 800 toalhas de banho, 100% algodão, para as famílias que perderam tudo com as enchentes.
A iniciativa atendeu ao pedido da Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), que recebeu, na terça-feira (12), a primeira remessa com os donativos. Esta é mais uma das diversas contribuições da Abapa em situações de crise ou calamidade pública, como ocorreu nos anos de seca, entre 2013 e 2016, e no auge da pandemia da Covid-19.
“Exceto no caso da Covid, em que doamos uma grande quantidade de equipamentos médicos, EPIs, e montamos, inclusive, um laboratório de testagem na região, sempre buscamos contribuir com aquilo que, direta ou indiretamente produzimos, sejam alimentos ou produtos de algodão, como toalhas, lençóis e roupas. Estamos sempre dispostos a agir com presteza quando a sociedade e as circunstâncias exigem”, afirma o presidente da Abapa, Luiz Carlos Bergamaschi.

Para a superintendente de Inclusão e Segurança Alimentar, Rose Pondé, responsável pela intermediação entre a Abapa e a SJDHDS, a solidariedade é uma característica da população baiana, e, em especial, dos agricultores.
“O estado da Bahia é voluntário. Nosso povo se sensibiliza com a dor do outro e presta gestos de solidariedade. Quando os parceiros da Abapa decidem fazer essa doação às pessoas que nem conhecem, é possível notarmos o exercício do amor ao próximo”, enfatizou Rose Pondé.
A campanha é uma iniciativa do Governo da Bahia que segue até o próximo dia 20 de janeiro, na SJDHDS. Mobilizações em diversas secretarias e órgãos do estado estão sendo realizadas, para a arrecadação de alimentos não perecíveis, material de higiene e limpeza, roupas de cama e banho, além de utensílios para o lar, que serão distribuídos nos municípios afetados pelas chuvas.
Bergamaschi finaliza, dizendo que este é um momento em que todos devem caminhar na mesma direção, a da solidariedade. “Isso vale para os cidadãos, governos ou empresas, cada um contribuindo com aquilo que pode e com o que sabe de melhor”, pontua.

Fonte: Ascom Abapa

Clique e participe dos nossos grupos de WhatsApp:
Se Liga Barreiras 01
Se Liga Barreiras 02

Deixe seu comentário