Saúde de Barreiras promove caminhada em prol da Luta Antimanicomial

Postado em

No dia 18 de maio comemorou-se o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, a celebração desta data tem por objetivo a realização de atividades de mobilização, conscientização e discussão sobre a extinção de manicômios como dispositivo de tratamento psiquiátrico.

A Saúde Mental busca incentivar a saída dos pacientes isolados para o tratamento em casa, mantendo os vínculos familiares. Nesse sentido, a Secretaria de Saúde, por meio da coordenação de Saúde Mental, realizou uma programação especial na tarde dessa quarta-feira, promovendo uma caminhada. Com faixas e cartazes, o Dia Nacional de Luta Antimanicomial deste ano em Barreiras, teve como tema central “Você me vê, mas não me olha. Até quando?”, que na ocasião, foram segurados por usuários inseridos no Centro de Atenção Psicossocial (Caps II).

Estiveram presentes na atividade o secretário e subsecretária de Saúde, Melchisedec Neves e Jamile Rodrigues; a coordenadora da Saúde Mental, Denny Samper; secretário de Agricultura e Tecnologia, José Marques; secretária de Assistência Social e Trabalho, Maritânia Gonçalves; vereador Valdimiro José; equipes dos Centros de Referência de Assistência Social; estudantes, profissionais da área de saúde e pacientes assistidos.

Para a coordenadora da Saúde Mental, esse é um momento em que deve ser aprofundado o debate sobre as políticas de saúde mental. “Esse é um movimento que realizamos todos os anos. Lutamos pelo tratamento em liberdade, pela inclusão social, e é um momento em que fortalecemos o protagonismo dos nossos pacientes. Estamos muito felizes em poder fazer acontecer essa caminhada e acompanhados de toda a nossa rede de apoio psicossocial”, destacou Denny Samper.

O Caps II dispõe de uma equipe multiprofissional composta por assistente social, educador físico, enfermeiros, médicos clínicos, médicos psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, técnico em enfermagem, professor de música, oficineiros e equipe administrativa, que oferece cuidado psicossocial às pessoas de todas as faixas etárias, que estão em grave e persistente sofrimento psíquico.

“É de grande importância realizar e apoiar os trabalhos dos profissionais de saúde nas referidas unidades, entre elas o CAPS II, que é um Centro de Atenção Psicossocial de muita relevância na estrutura da Secretaria de Saúde. A coordenação de Saúde Mental sempre terá o apoio para a realização de eventos como essa caminhada, que serviu de alerta para o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado nesta data. Temos uma estrutura pronta e preparada com multiprofissionais que atuam na linha de frente”, pontuou o secretário de Saúde, Melchisedec Neves.

Fonte: Dircom

Clique e participe dos nossos grupos de WhatsApp:
Se Liga Barreiras 01
Se Liga Barreiras 02

Deixe seu comentário