Solidariedade e educação: Algodão que Aquece 2022 beneficiará mais de seis mil crianças

Postado em

Projeto, que já atendeu mais de 8 mil estudantes da zona rural do Oeste da Bahia, leva casacos 100% algodão e ação educativa para comunidades

Um mundo novo, lúdico e educativo, feito de algodão. Apresentar este mundo para os estudantes da zona rural do Oeste da Bahia é o principal objetivo do Algodão que Aquece, projeto desenvolvido pelo Núcleo das Mulheres do Agro desde 2018. A iniciativa, que já atendeu mais de 8 mil crianças nas principais cidades da região, vai beneficiar cerca de 6.800 estudantes em 2022.

O projeto inclui, além da entrega de casacos 100% algodão, uma ação lúdica educativa e muito acolhimento e inclusão, agregando, este ano, algumas novidades. “Nosso projeto procura inserir a criança na realidade à sua volta, onde o agronegócio e a cultura do algodão são tão importantes e representativas. Através da intervenção na comunidade escolar e familiar, procuramos ampliar a visão de mundo dessas pessoas e impactar suas vidas positivamente”, conta Suzana Viccini, presidente do Núcleo.

A partir de junho, as entregas dos casacos e ações educativas começarão a ser realizadas em quase 60 escolas dos municípios de Correntina, Formosa do Rio Preto e Angical.

Parceria com Secretarias de Educação

Além da entrega dos casacos, o projeto também tem o objetivo de desenvolver o pilar educacional, que se dá por meio da entrega de informações esclarecedoras, corretas e seguras acerca da cadeia produtiva do algodão.

Para levar este conhecimento, o Núcleo propõe a apresentação de uma série de ações, incluindo uma animação cinematográfica, utilizando-se de técnica audiovisual para abordagem pedagógica e com uso dos personagens infantis Cadu e Nina. Em conjunto com as Secretarias Municipais de Educação de cada cidade, o material apresentado embasa uma proposta pedagógica de estudo para os alunos, que deverão apresentar uma devolutiva aos professores.

“Através da colaboração de todos, buscamos envolver pais, alunos e coordenação da escola no desenvolvimento de uma atividade coletiva leve e lúdica que agrega conhecimento e experiência à vida das crianças, ampliando sua visão de mundo”, defende Suzana Viccini.

Este ano, a apresentação de uma peça teatral para toda a comunidade, seguindo a mesma proposta do filme infantil, também faz parte do projeto, e será viabilizada com o apoio das prefeituras e secretarias dos municípios contemplados.

Entregas 2022

As entregas dos casacos às comunidades e escolas são realizadas com a presença das integrantes do Núcleo e de alguns dos apoiadores do projeto, que conta com a adesão de entidades e empresas importantes ligadas ao agro na região. Este ano, o projeto conta com apoio do Fundesis – Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia, além da Fertipar, Abapa, Basf, Sumitomo, FMC, Instituto SLC, GR Nossa/Avant Fenge, Grupo Adir Parizzi, Cargill, Cia Seeds, Costa Lima LTDA e Sementes Multiplicar. A programação das entregas será divulgada posteriormente pela associação.

Desde 2018, o Algodão que Aquece já beneficiou mais de 8 mil crianças no Oeste da Bahia, contemplando de uma ação de solidariedade e aconchego ao acolhimento e educação inclusiva.

Assista ao Filme Cadu e Nina
Saiba mais sobre o Algodão que Aquece 2022

Ascom Núcleo das Mulheres do Agro

Clique e participe dos nossos grupos de WhatsApp:
Se Liga Barreiras 01
Se Liga Barreiras 02

Deixe seu comentário